| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Stop wasting time looking for files and revisions. Connect your Gmail, DriveDropbox, and Slack accounts and in less than 2 minutes, Dokkio will automatically organize all your file attachments. Learn more and claim your free account.

View
 

Cuba Drinker and The Hi-Fi´s

Page history last edited by Alexandre Lima 11 years, 5 months ago

 

2000/2004

 

Formação:

  • Najuí: Vocal, guitarra
  • Lima: Guitarra, vocal
  • Júnior: Bateria
  • Diógenes: Baixo, vocal

 

Bio:

 

Banda nascida a partir das idéias e composições de Najuí Estrázulas nos primórdios dos anos 2000, inicialmente o Cuba Drinker se arriscava com um violão em apresentações inesperadas pelos bares mais boêmios da cidade, posteriormente e sob o convite para tocar no Bananada em Goiânia foram acrescentados novos e espontaneamente selecionados integrantes que se tornariam os “Hi-Fi´s”: 

 

Alexandre Lima – Guitarra, vocal – Dinossauro do punk e do rock Blumenauense

Diógenes Fisher – Baixo – Nobre Pistoleiro Lageano

Junior Sofiati – Bateria  –  Membro da esquadrilha da fumaça, Os Walmores e Enzime

 

Uma das grandes características da banda foi o uso de extrema simplicidade e extrema intensidade em apresentações e composições de rock.O tempero obscuro, ritmos hipnóticos e ébrios, letras sexuais e levadas sensuais causaram impacto numa época ainda dominada pelas “guitar bands” e bandas “alternativas”.Durante seu trajeto criticas favoráveis ao desempenho da banda eram constantes.Pode-se dizer que é possível ouvir nesta banda influências de The Cramps, Beat Happening, Nick Cave, Tom Waits, Bo Diddley, The Doors, Violent Femmes, Velvet Underground, etc... 

 

O nome surgiu desde antigas festas de adolescência, onde a amarga cerveja foi substituída pelo cuba libre feito pelo vocalista Najuí, logo vários adeptos do cuba libre apareceram e mais tarde o nome foi inevitável, Cuba Drinker & the Hi-Fi´s. Hi-fis e outros drinks são sempre bem vindos para o gosto não se tornar enjoativo, o mesmo acontece com a banda que após seu término por meados de 2004 ficou adormecida e ainda hoje rezam lendas de alguma volta ou nova formação. 

Atualmente o Cuba Drinker ainda faz apresentações inesperadas pelos bares mais boêmios da cidade, costumeiramente no final das noites, acompanhado de quem estiver disponível e ainda sob o real efeito do velho companheiro Cuba Libre.

 

Some are born to the endless night… 

 

Links:

Myspace

LastFM

Fotolog

Mundo 47

YouTube

 

 

Imagens:

 

 
   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

bubbleshare errorPlugin error: That plugin is not available.

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.